FERROVIÁRIA 90 ANOS – Benedito Ribeiro – Conselheiro Vitalício com muito serviço prestado à Ferroviária. Atualmente, com 95 anos, ainda participa de algumas atividades sociais do clube

Texto: Jornalista João Paulo Ouverney. Reg MTb 20.087

 

Benedito Ribeiro, atualmente com 95 anos, participa ativamente da vida da Ferroviária, sendo um dos Conselheiros mais antigos do clube. Ainda hoje ele frequenta eventos sociais do clube com a família. Conheça sua vida e trabalho no texto abaixo:

 

Há muitos anos Conselheiro Vitalício da Ferroviária, nasceu em 20 de outubro de 1924 na cidade de Caçapava, filho de José Antonio Ribeiro “Zé Guarda” e Virgínia Antunes de Oliveira. Casou-se com Leonor de Lima Ribeiro  (já falecida) com quem teve sete filhos: Tadeu, Rejane, Maria Helena, João Bosco, José Roberto, Regina Célia e Marcelo, e desses filhos nasceram 17 netos.

Mudou-se para Taubaté devido ao novo trabalho de seu pai na “Fábrica de Juta” e Benedito ingressou na Tipografia e Papelaria São José, até que ela foi vendida, e ele foi convidado a trabalhar na Gráfica Vieira, em Pindamonhangaba. Em seguida foi para a Gráfica Vênus e dali para a tipografia da Estrada de Ferro Campos do Jordão, também como tipógrafo, durante cinco anos.

Até que em 1952 foi aberto concurso para o Departamento Pessoal na ferrovia, ele fez e  foi aprovado, sendo promovido para sub chefe e chefe de Departamento, e permaneceu na “Estradinha” até janeiro de 1975 quando se aposentou.

Mesmo aposentado não parou. Formou-se na Escola de Comércio e posteriormente fez o curso de Direito na Unitau, formando-se advogado em 1980, tendo a inscrição nº 64409 na OAB. E exerceu a atividade de advogado durante mais de 20 anos.

Quando ingressou na ferrovia, seu chefe, Tobias Salgado, o cumprimentou e deu as boas vindas, dizendo que a partir daquela data ele passava a ser sócio da Associação Atlética Ferroviária.

Na década de 60, quando a sede social funcionava onde atualmente é o Supermercado Excelsior,  ele foi convidado para participar da eleição como suplente do Conselho Fiscal, e depois começou a fazer parte do Conselho Deliberativo onde foi secretário.

Com a morte do presidente do Conselho, Tobias Salgado, e em seguida também do presidente da Diretoria José Jabour, Benedito Ribeiro assumiu provisoriamente o cargo de presidente do Conselho Deliberativo, convocando eleições que elegeram Valno Herculano Coutinho presidente da Diretoria.

Benedito Ribeiro viveu os grandes momentos da Ferroviária, desde os bailes no antigo “Basquete”, os grandes jogos de futebol na época do profissionalismo e as principais mudanças e o crescimento do clube até os dias atuais.

E além da intensa colaboração prestada aos órgãos consultivos e diretorias administrativas durante 56 anos, foi voluntário na campanha para construção do ginásio de esportes, saindo pela cidade juntos aos amigos, conhecidos e familiares, pedindo doação de sacos de cimento para que a gigantesca obra tivesse continuidade.

E hoje aí está, a Ferroviária um grande clube, cada vez crescendo e evoluindo mais, graças à luta anônima de grandes homens que deixaram seus nomes para sempre na história, como Benedito Ribeiro.