FERROVIÁRIA 90 ANOS – Orlando Zanini – Diretor Social da Ferroviária no final da década de 70 conta como era o clube naquela época

Texto: Jornalista Profissional João Paulo Ouverney. Reg MTb 20.087.Fotos: Ouverney e acervo pessoal

 

Domingo, 15 de abril de 2018, sem querer encontrei no clube Orlando Azeredo Zanini, que me contou interessantes detalhes sobre a Ferroviária no final da década de 60, quando a sede social era onde atualmente fica o Supermercado Excelsior.

 

Ele nasceu em Lorena, em 29/05/49, filho de Orlando Ricardo Zanini e Maria das Neves Azeredo Zanini. Signo de Gêmeos, torce para o São Paulo. Veio para Pindamonhangaba com 16 anos porque seu pai era militar (1º tenente) e foi transferido do 5º RI de Lorena para Pindamonhangaba. E tornou-se associado e frequentador assíduo da Ferroviária em 1964, quando o presidente era Tobias Salgado, depois sucedido por Hélio Camargo. Lembra que o professor Zezé era o Tesoureiro e o “Paulinho Véio” o Diretor de Esportes.

“O presidente era o Hélio Romero Camargo, eu ajudava na área social, gostava muito de dançar nos bailes normais e claro, no Carnaval. Entre os grandes dançarinos da época estavam Roberto Faria (também fotógrafo), Orlando Corneto, Jairo Monteiro (o professor, eu era muito fã dele), Toninho Lamê , Ubirajara Jaccino, Lídia Japonesa, Pintado e Vilma Pombo, que eu me lembro”, conta Orlando que por diversas vezes ganhou o troféu de melhor folião e fantasia.

Orlando, além de exímio dançarino, foi também professor de Dança de Salão, tendo ensinado muita gente a dançar. “Dançamos em muitos bailes com a melhores bandas da época: Biriba Boys, Irmãos Unidos de Lorena, Clave de Sol (do Zamith, Loberto, Socó), e tivemos baile até com a orquestra internacional de Ray Connif”, diz.

Além da parte social, ele foi grande esportista. Jogou Futebol pelo Santa Izabel, Estrela e Santos. Fez parte da equipe de Tênis de Mesa da Ferroviária, de Basquete e Futebol de Salão da seleção de Pindamonhangaba, e Atletismo (salto com vara) no Campeonato Estadual pelo Instituto de Educação conquistando o 4º lugar geral. E ainda hoje joga Xadrez.

Orlando é irmão de Roger Zanini, atual integrante do Conselho Deliberativo da Ferroviária e um dos grandes “cabos eleitorais” que levaram a Chapa 10 à vitória nas eleições de 2017.

Observações – Orlando foi Diretor Social do clube durante a administração do presidente Hélio Romero Camargo – 16/01/68 a 25/01/73.

À  esquerda da foto, ao microfone, está José Prates da Fonseca “Zelão” que foi presidente de 17/01/59 a a15/01/60, mas continuou colaborando com as diretorias que o sucederam.